BlogA alegria da colega Janete na Aprumar

A receptividade da Janete é algo que não se esquece. Animada e falante, ela faz com que os clientes fiquem à vontade enquanto aguardam o preparo do crepe. É muito bonito ver a massa de milho verde bem amarelinha indo para a máquina e ganhando forma. Com muito cuidado e carinho, ela começa com as pinceladas de margarina, depois ajeita a massa e encaixa o recheio suavemente. O cheirinho do milho já invade as narinas...
Bruna AssisCity19 de novembro de 2018

A receptividade da Janete é algo que não se esquece. Animada e falante, ela faz com que os clientes fiquem à vontade enquanto aguardam o preparo do crepe. É muito bonito ver a massa de milho verde bem amarelinha indo para a máquina e ganhando forma. Com muito cuidado e carinho, ela começa com as pinceladas de margarina, depois ajeita a massa e encaixa o recheio suavemente.

O cheirinho do milho já invade as narinas e atiça o paladar. Para quem nunca provou, é uma descoberta. Para quem já é cliente fiel, é a hora de curtir o momento e saborear com calma a receita.

Dá para sentir no olhar de Janete que ela faz o que gosta, de verdade. A timidez deu as caras enquanto as câmeras estavam ligadas, mas a simpatia com os clientes não dá trégua. Com um olho no crepe e outro nas pessoas, ela pergunta qual vai ser o recheio de hoje, se a mãe melhorou e se tudo está bem. Todos são muito bem vindos e certamente vão lembrar para sempre do famoso “e ai, colega!”.

 

Self da jornalista do AssisCity, Mayara Pavanato e da Janete
Paulo Andrade durante nossa produção de vídeo
Janete durante seu trabalho, com amor e dedicação

 

 

Deixe seu Comentário