BlogA simplicidade de quem tem mãos de fada, nossa opinião sobre o torresmo

Redação AssisCity27 de novembro de 2018

Eu (Mayara Pavanato) e o Paulo chegamos na barraca da Jandira quando o movimento começava a aumentar. Com seu jeito calmo e sério, ela logo começou a receber os pedidos de porções e iniciou o preparo dos torresmos. Nós já percebemos o cuidado com a temperatura do óleo, para que a porção ficasse crocante, mas sem queimar!

Tudo é feito de um jeito muito simples e, conforme a conversa ia esquentando no calor da fritadeira, o cheirinho dos torresmos sendo fritos já se espalhava pela Feira. Com toda a calma e paciência, ela montava a bandeja para servir. Ao fundo, algumas folhas de alface para enfeitar. Depois, pedaços de mandioca já preparavam o terreno para acomodar os pedaços de torresmo quentinhos e crocantes. Por último, o limão rosa cortado ao meio acompanhava a porção, para que o cliente se servisse à vontade nessa combinação que enche a boca d’água.

O sorriso se escancarou mesmo quando Jandira viu nossos olhos fechando para sentir ainda mais o gosto na boca. Experimentar o torresmo da Jandira é com certeza um presente para si mesmo e para a turma, que pode sentar em volta da mesa e aproveitar uma noite agradável na Feira da APRUMAR.

Uma entrevista descontraída, Jandira revelando alguns segredos à Mayara

 

Paulo captou imagens de dar água na boca   

                    

 

Deixe seu Comentário