APRUMAREspecial GourmetA carne exótica com o toque do campo: a codorna na Feira da APRUMAR

Redação AssisCity21 de janeiro de 2019

A codorna é uma carne que tem ganhado o paladar não apenas de quem busca sabores exóticos e refinados, mas também de quem aprecia uma bela comida caseira e preparada no capricho.

Em Assis, a codorna já caiu no gosto dos assisenses e também dos demais frequentadores da Feira da APRUMAR, que visitam a Barraca da Codorna.

Há cerca de 10 anos, desde o começo da Feira, o casal Izilda e Itamar Esperança Rocha teve a ideia de preparar essa delícia para os novos clientes. O sucesso foi tanto que a clientela segue fiel ao prato, além dos novos amigos que chegam para provar.

Itamar Esperança Rocha e a esposa Izilda

“Meu cunhado vendia codorna para ovos e, na época, pegou uma raça diferenciada também para a carne. Começamos a criar e logo surgiu a oportunidade de trabalhar na APRUMAR. No começo, nem achamos que fosse fazer tanto sucesso, mas não tínhamos nada a perder e estamos aqui até hoje”, afirma Izilda.

O receio do casal era pela ideia de que a codorna só poderia ser preparada e servida em restaurantes, devido à delicadeza da carne e pela ave ser mais diferenciada do que o frango, por exemplo.

No início, a codorna era servida apenas frita, mas com o passar dos anos também surgiu a opção de fazê-la assada. “Em casa a gente sempre fazia assada e os clientes adoraram também, porque ela fica bem macia e suculenta”, diz.

 

O tempero é um detalhe especial, já que a carne de codorna tem um sabor marcante e que não pode desaparecer no paladar. Após muitos testes, o casal conseguiu chegar à receita ideal e que leva sal, cebola e alho. “Não coloco vinagre, pimenta, limão nem nada, porque senão tira o sabor da carne. A pimenta é opcional, porque servimos a codorninha com uma farofa bem picante, então fica a gosto do freguês”, salienta.

 

A codorna também acompanha limão e um delicioso molho batido com tomate, cebola e alho batido no liquidificador, uma espécie de vinagrete bem suave e que vai bem com a carne.

Izilda e Itamar também vendem a codorna congelada para que os clientes possam fazer em casa, e essa delícia já faz sucesso no Mato Grosso e até na capital paulista.

 

“A codorna é um prato simples e o bom mesmo é comer com a mão, seja assada ou frita. Nós conseguimos trazer essa carne exótica para o espaço do campo, da roça, e os clientes aprenderam a comer codorna. Principalmente as crianças olham e perguntam se é passarinho, por conta do tamanho dela, mas quem come gosta bastante”, salienta.

A codorna assada é vendida por unidade, enquanto a frita é servida em porção.

A codorna é servida com farofa, molho e limão

Deixe seu Comentário